sexta-feira, setembro 28, 2007

Fora de horas







Foto TL

Nada pior que o rotineiro
correr dos dias iguais,
em que parece
que um íntimo nevoeiro
nos domina até não mais
e entorpece.

O melhor, ao acordar,
é não saber de agenda nem programa
e ficar na cama,
que é afinal o lugar
mais indicado a quem ama.

Depois, pela tarde fora
- visto que a manhã já era
e nem deu pela demora -,
importa tão-só a espera
do que a noite há-de trazer,
quando vier.

E quem disser o contrário
chegou fora do horário.

11 Comments:

Blogger AGRIDOCE said...

O problema não é chegar fora de horário. É fazer o contrário!
Uma boa semana.

8:18 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Ou isso, caro Agridoce.
Boa semana também.

9:39 da tarde  
Blogger CMondim said...

dormir, dormir perdidamente - sem horários, sem despertadores, sem agenda, sem compromissos.

5:07 da tarde  
Blogger peciscas said...

Que bom é transgredir...

5:40 da tarde  
Blogger Lu(a) said...

...ultimamente é só o que me apetece....Dormir!
nao me lembro como cá cheguei mas ainda bem que vim,gostei da tua escrita e voltarei, se me peritires, para ler com maior atenção,tal como mereces.

Beijinhos

Lu

6:34 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

Carla, Peciscas e Lu, dormir é bom, transgredir também, mas importa sobretudo estar acordado :)

8:05 da tarde  
Blogger António Baeta said...

Acorda, Torquato!
Recusa os dias iguais.

12:38 da tarde  
Blogger Torquato da Luz said...

É o que sempre tenho feito, Toy.

12:51 da tarde  
Blogger Fatyly said...

Uma grande mensagem! Gostei muito!

Beijos

9:12 da tarde  
Blogger António Baeta said...

Eu sei, meu amigo!

1:47 da tarde  
Blogger maria faia said...

Nan, tanto tempo na cama, também não.
Ficar na cama por ser o mais indicado a quem ama, sim, mas depois há que comer qualquer coisa

12:03 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home